AMAZON X JOÃO DORIA: Entenda a disputa

Amazon crítica a “cidade cinza” de Doria e o resultado da disputa se reflete no consumidor e em solidariedade (ou oportunismo?).

No dia 27 de março, a Amazon divulgou seu primeiro comercial brasileiro com a #MovidosPorHistórias.

Para quem assistiu ao vídeo da propaganda, reconhece logo uma provocação à “cidade cinza” de João Doria (PSDB), atual prefeito de SP, que em janeiro deste ano começou uma ação de “limpeza” das vias urbanas paulistas, com a campanha “Cidade Linda”.

A ação incluiu também a pintura de paredes com grafites nos espaços urbanos e a prisão de pichadores. Como ato simbólico, Doria participou da ação, vestindo o mesmo uniforme dos encarregados da tarefa. Veja aqui.

Aproveitando o resultado monocromático da cidade, a Amazon lançou uma promoção de seus e-readers Kindle e de e-books no site, remetendo-se a tela do Kindle, já que a versões mais baratas do aparelho Kindle exibem as folhas e as capas dos livros em tons de cinza e preto e branco.

Amazon

Em resposta a provocação, no dia 28 de março, Doria pediu que a Amazon fizesse doação de livros e de computadores para a prefeitura de São Paulo e afirmou que a postura da empresa é oportunista em vídeo resposta publicado em seu perfil no Facebook.

Doria

Para não deixar passar em branco, a Amazon afirmou que vai doar aparelhos Kindle para instituições de educação e cultura de São Paulo. E sem deixar o consumidor de fora, a Amazon lançou uma lista de e-books gratuitos para que o leitor possa escolher um para baixar no aplicativo da loja Kindle.

Amazon

Além da Amazon, a Kabum! também ofereceu computadores e tablets para o prefeito, via twitter.

Diante dessa disputa, não consegui afirmar nessa situação quem é o oportunista da história, se as empresas, que tendem a lucrar quando sob os holofotes de uma polêmica que as favorecem; ou o prefeito, que aproveitou o ensejo para pedir apoio, mesmo que de forma irônica e conseguiu. No mais, me interessa bastante o fato de que a rede municipal de São Paulo receberá doações para bibliotecas e instituições envolvidas com a educação e a cultura não só pela Amazon, ainda que as paredes continuem cinza.

Autora: Suellen Lima. Formada em Letras é escritora amadora, trabalha com revisão de textos e consultoria literária. Estudante de Jornalismo. Simplesmente amante da literatura no blog leituresca.com !